O mercado de Movelaria

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
O mercado de Movelaria by Mind Map: O mercado de Movelaria

1. Visão Geral

1.1. Oferta - US$ 481,9 bi. (2015)

1.1.1. China: 44,1% da produção global

1.1.1.1. Oferta supre mercado interno e ainda representa 34,6% das exportações globais (aprox. US$ 50 bi. em 2015, 23,2% da produção do país)

1.1.2. UE e EUA: 21,8% e 9,8% da produção global, respectivamente

1.1.2.1. UE é forte exportadora, com 40% do total mundial

1.1.2.2. EUA exporta 16% da produção doméstica, representando 5% do total mundial exportado

1.1.3. América do Sul: 4% da produção global, Brasil representa 82% da região

1.1.3.1. Brasil exporta menos de 5% de sua produção, menos de 0,5% do total exportado no mundo

1.2. Demanda - US$ 478,6 bi. (2015)

1.2.1. China: 33,8% (apenas 1,4% do consumo vem de importações)

1.2.2. UE: 20,9% (50,8% do consumo vem de importações)

1.2.3. EUA: 17,8% (quase metade do consumo é obtido por meio de importações)

1.2.4. Brasil: Representa 3,25% do consumo global

1.2.4.1. Mais de 95% do volume consumido é fruto de produção doméstica

2. Movelaria em Madeira - Principais Mercados (base exportadora Brasil)

2.1. EUA, principal destino de exportações

2.1.1. US$ 128,4 milhões comprados do Brasil em 2017

2.1.2. Madeira representa proposta focada em médio-médio alto padrão

2.1.3. Barreira de entrada: Competição e custo para inserção no mercado

2.1.3.1. O investimento necessário para estabelecimento da operação num mercado com alto nível de competitividade é altíssimo, especialmente num momento de Real desvalorizado.

2.1.3.2. Despesas incluem, mas não se limitam a: a) equipe, b) estabelecimento de canais de venda, c) comunicação e d) logística e armazenagem das peças

2.1.3.3. ALTO RISCO - NÃO RECOMENDADO

2.2. Europa, representativo como bloco

2.2.1. US$ 107,3 milhões comprados do Brasil pelos top 6 parceiros do continente em 2017

2.2.2. Demanda focada em móveis DIY ou com alto valor agregado por Design

2.2.3. Barreira de entrada: Perfil da demanda

2.2.3.1. O mercado europeu possui grandes players estabelecidos no segmento de massa (ex. IKEA), com produção intensiva em economias de escala e uso de tecnologia e alto controle de qualidade

2.2.3.2. Segmento de alto padrão dominado pelo Design italiano, que é trend setter. Ciclos de tendências dinâmicos, com no máximo 3 anos e uso de materiais diversos incluindo acrílico e têxteis.

2.2.3.3. ALTO RISCO - NÃO RECOMENDADO

2.3. América do Sul (excl. Brasil), destino atraente para a categoria

2.3.1. US$ 131,6 milhões comprados do Brasil pelos top 6 parceiros do continente em 2017

2.3.2. Alto consumo de móveis seriados de madeira aglomerada

2.3.3. Barreira de entrada: Condições de competitividade

2.3.3.1. Escala industrial da operação é necessária para acessar tais mercados, requerendo investimento em maquinário

2.3.3.2. ALTO RISCO - NÃO RECOMENDADO

3. Mercado doméstico de móveis em madeira

3.1. Tamanho: R$ 49.814.517,00 produzidos, voltado majoritariamente ao mercado interno

3.1.1. Aprox. 11% são peças em madeira maciça

3.2. Segmentações possíveis

3.2.1. Móveis em Tora Rústica

3.2.1.1. Slow Design

3.2.1.2. Eco-friendly

3.2.1.3. Cases:

3.2.1.3.1. Tora Brasil - The design in the purest form

3.2.1.3.2. Residual Móveis - design | sustentabilidade | arte

3.2.1.3.3. Home - Hugo França

3.2.1.3.4. Monica Cintra

3.2.1.3.5. Início | Raízes Design

3.2.1.3.6. Home - Boulle

3.2.2. Móveis em Madeira de Demolição

3.2.2.1. Regionalismo (tendência em formação)

3.2.2.2. Narrativa (história como agregador de valor)

3.2.2.3. Cases:

3.2.2.3.1. Casa da Fazenda Móveis | Móveis de Demolição

3.2.2.3.2. Estilo Nobre

3.2.2.3.3. Madeira de Demolição - Móveis Rústicos, Decoração e Sustentabilidade

3.2.3. Móveis com Design agregado (Mid-century Modern)

3.2.3.1. Mix com outros materiais (principalmente têxteis)

3.2.3.2. Design como essência

3.2.3.3. Cases:

3.2.3.3.1. MELLONE Collection - Tora Brasil

3.2.3.3.2. Arquivos cadeiras - estudiobola

3.2.3.3.3. Jader Almeida

3.2.3.3.4. Aristeu Pires - Móveis de Design Autoral

3.2.3.3.5. Arquivos Design - Indio da Costa A.U.D.T

3.2.3.3.6. Arquitetura e Design Estúdio Ricardo Rangel | DESIGN DE MOBILIÁRIO