Nise - O Coração da Loucura

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Nise - O Coração da Loucura by Mind Map: Nise - O Coração da Loucura

1. Frases

1.1. Nise da Silveira

1.1.1. "É necessário se espantar, se indignar e se contagiar, só assim é possível mudar a realidade"

1.1.2. "Não sou muito do passado. Sou do futuro. Quem olha demais para trás, fica."

1.2. Aloysius Sieffert

1.2.1. "O cuidado da mente humana é o ramo mais nobre da medicina".

1.3. Carl Jung

1.3.1. "O sapato que se ajusta a um homem aperta o outro; não há nada para a vida que funcione em todos os casos."

2. Temas abordados

2.1. Preconceito de gênero

2.2. Reformulação do tratamento psiquiátrico

2.3. A arte como início, meio e fim

2.4. Engajamento na relação médico-paciente

3. História e produção

3.1. Produzido em 2015

3.1.1. Após 13 anos de pesquisas biográficas

3.2. Entrevista, making of e cena

3.2.1. Nise - O Coração da Loucura: Entrevista Exclusiva Festival do Rio

3.3. Prêmios

3.3.1. Melhor Filme e Melhor Atriz - Festival de Tóquio, 2015

3.3.2. Melhor Filme Juri Popular - Festival do Rio, 2015

3.3.3. Melhor Filme Juri Popular, Melhor Trilha Sonora e Melhor Direção de Arte - Fest Aruanda, João Pessoa, 2015

3.3.4. Seleção Oficial - Festival de Gotemburgo, 2016

3.3.5. Seleção Oficial - Festival de Glasgow, 2016

3.3.6. Filme de Encerramento - Festival Pachamama, Rio Branco, 2015

3.3.7. Seleção Oficial - Mostra Internacional de São Paulo, 2015

4. Reflexões para a vida

4.1. Ser um profissional empático possibilita conhecer as reais necessidades do paciente

4.2. É preciso enxergar o outro como ser humano

4.3. Temos que valorizar aquilo que realmente importa, o ser e não o ter

4.4. Um tratamento humanizado é o melhor que um médico pode oferecer ao seu paciente

4.5. Ser humanizado contribui para o melhor prognóstico do paciente, como também diminui a sobrecarga do sistema único de saúde

4.6. A excelência do trabalho gera gratidão

4.7. Ter interesse pelo seu trabalho é o primeiro degrau para o sucesso

4.8. O valor da experiência não está em ver muito, mas enxergar com sabedoria