EVOLUÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E MODELOS DE INDUSTRIALIZAÇÃO

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
EVOLUÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E MODELOS DE INDUSTRIALIZAÇÃO by Mind Map: EVOLUÇÃO, CLASSIFICAÇÃO E MODELOS DE INDUSTRIALIZAÇÃO

1. Pioneiros da Industrialização Mundial. Quando os países começaram a se industrializarem. Ex: Alguns países da Europa, Estados Unidos, Japão e Russia

2. Etapas de industrialização no mundo

2.1. Clássica

2.1.1. Países pioneiros na industrialização mundial. Os primeiros países a se industrializar. EX: países da Europa, América do Norte, Japão e Rússia.

2.2. Tardia

2.2.1. A industrialização dos países subdesenvolvidos e que ocorreu, principalmente, um pouco antes e após a Segunda Guerra Mundial. Ex: Brasil, na Argentina, no México, no Chile, no Egito, na África do Sul, entre outros.

2.2.2. Iniciou-se na segunda metade do século XIX (c. 1850 - 1870), e terminou durante a Segunda Guerra Mundial (1939 - 1945), envolvendo uma série de desenvolvimentos dentro da indústria química, elétrica, de petróleo e de aço

2.2.3. 2ª Revolução Industrial

2.3. Planificada

2.3.1. Após surgimento da URSS os países adotaram o modelo socialista soviético , fábricas, industriais ficaram estatais. Ex: União Soviética, Polônia, Bulgária, Hungria, China e outros.

2.4. Clássica

2.5. Tardia

2.5.1. Países subdesenvolvidos só foram industrializados um pouco antes da 2ª Guerra Mundial. Ex: Brasil, na Argentina, no México, no Chile, no Egito, na África do Sul, entre outros.

2.6. Planificada

3. Revoluções industriais

3.1. 1ª Revolução Industrial

3.1.1. Foi a transição para novos processos de manufatura no período entre 1760 a algum momento entre 1820 e 1840. Esta transformação incluiu a transição de métodos de produção artesanais para a produção por máquinas

3.1.1.1. A partir do século XX, com a Revolução Técnico-Científica-Informacional e a consolidação do Capitalismo Financeiro, temos a expansão das grandes multinacionais pelo mundo. Isso acarretou na mudança da Divisão Internacional do Trabalho, que passou a ser conhecida também por Nova DIT

3.2. 3ª Revolução Industrial

4. Principais modelos de organizações empresariais

4.1. Cartel:

4.2. Truste

4.3. Holding

4.3.1. A empresa que possui a maioria das ações de outras empresas e que detém o controle de sua administração e políticas empresariais.

4.3.2. Um acordo explícito ou implícito entre empresas concorrentes para, principalmente, fixação de preços ou cotas de produção, divisão de clientes e de mercados de atuação ou, por meio da ação coordenada entre os participantes, eliminar a concorrência e aumentar os preços dos produtos, obtendo maiores lucros, em prejuízo do bem-estar do consumidor.

4.4. Fordismo

4.4.1. Foi um modelo de produção industrial utilizado amplamente nos Estados Unidos e revolucionou a produção de automóveis, sendo adaptado para outras indústrias ao longo dos anos.

4.5. Toyotismo

5. Divisão internacional do trabalho – DIT

5.1. Primeiro DIT

5.1.1. Final do século XV e ao longo do século XVI, período de início das grandes navegações e de expansão da civilização europeia pelo mundo, o capitalismo encontrava-se em sua fase inicial, chamada de capitalismo comercial Esse período era caracterizado pela manufatura (produção manual) a partir da extração de matérias-primas e pelo acúmulo de minérios e metais preciosos por parte das nações (metalismo).

5.2. Segundo DIT

5.2.1. Essa divisão do trabalho sofreu algumas alterações. Com a Primeira e a Segunda Revolução Industrial, as colônias e os países subdesenvolvidos passaram a fornecer também produtos agrícolas, assim como vários tipos de minerais e especiarias.

5.2.2. Indústrias de bens intermediários caracterizam-se pelo fornecimento de produtos beneficiados , produzem máquinas e equipamentos que serão utilizados nos diversos segmentos das indústrias de bens de consumo.

5.3. Nova DIT

6. Classificação industrial

6.1. Industrias de bens de consumo:conhecidas como indústrias leves, são aquelas que produzem produtos destinados ao mercado consumidor final. São aquelas que produzem produtos que duram um certo tempo (geralmente mais de dois anos de uso). Exemplos de produtos duráveis: automóveis, geladeiras, fogões, computadores, motocicletas, micro-ondas, televisores e etc....

6.2. Indústrias de equipamentos – são responsáveis pela transformação de bens naturais ou semimanufaturados para a estruturação das indústrias de bens intermediários e de bens de consumo. Exemplos: siderurgia, petroquímica, etc.

6.3. Industria Pesada: é o tipo de indústria que trabalha e trata os produtos de sua origem em grande quantidade, com exclusão de produtos agrícolas, para convertê-los em produtos semi–elaborados e que serão posteriormente utilizados para a fabricação de outros bens destinados ao consumo final.

6.3.1. Indústria ligeira - representa a industrialização de produtos leves, ou seja, aqueles voltados para o consumo das famílias. Nesta perspectiva, a indústria ligeira tem os consumidores em geral como o foco principal

7. Fatores que determinam a localização industrial

7.1. Mão de obra

7.2. Mercado consumidor

7.3. Rede de comunicações

7.4. Incentivos fiscais

7.5. Mão de obra qualificada

8. É um sistema de produção industrial de mercadorias desenvolvido no Japão após a Segunda Guerra Mundial. O sistema levou esse nome pois foi instalado na fábrica da Toyota a partir da década de 1960

9. Começou em meados do século XX, momento em que a eletrônica aparece como verdadeira modernização da indústria. Isso aconteceu após a segunda guerra mundial (1939-1945) e abrange o período que vai de 1950 e até a atualidade.

9.1. É a fusão de várias empresas de modo a formar um monopólio com o intuito de dominar determinada oferta de produtos e/ou serviços. Pode-se definir truste também como uma organização empresarial de grande poder de pressão no mercado.