Discurso de Albert Camus

Análise retórica do discurso de Camus ao receber o prêmio nobel de literatura em 1957

Kom i gang. Det er Gratis
eller tilmeld med din email adresse
Discurso de Albert Camus af Mind Map: Discurso de Albert Camus

1. Orador

1.1. Quem?

1.1.1. (Mondovi (Argélia, 7 de novembro de 1913 — Villeblevin, 4 de janeiro de 1960)

1.2. Quando?

1.2.1. Prêmio Nobel de 1957

1.3. Contra o que?

1.3.1. A época conturbada que ele vive, na qual não se favorece esse ofício.

1.4. Por quê?

1.5. Para agradeçer a premiação e para afirmar que ainda vale a pena escrever.

1.6. Como?

1.7. O discurso é claro, mas exige algum conhecimento prévio de história por exemplo. Uma certa interpretação de mundo que os especialistas ali presentes poderiam compreender.

1.7.1. Discurso em primeira pessoa, ele quer expôr o que ele pensa que é a sua própria arte.

2. Auditório e acordo prévio

2.1. A quem?

2.2. Fatos, verdades, presunções

2.2.1. O valor das letras, da literatura, da educação

2.3. Acordo prévio

2.3.1. Valores e preferências

2.4. Albert Camus - Discurso de Recepção do Nobel de Literatura em 1957 (LEGENDADO)

3. As quatro partes do discurso

3.1. Invenção

3.1.1. Judiciário, delibetarivo ou epidítico?

3.1.1.1. Epidídico

3.1.2. Ethos, Pathos, Logos

3.1.2.1. Pathos

3.1.2.1.1. Já que está falando do escritor a outros escritores.

3.2. Disposição

3.2.1. Exórdio

3.2.2. Narração

3.2.3. Confirmação

3.2.4. Digressão e peroração

3.3. Elocução

3.3.1. Nobre, simples ou ameno? Comove, explica ou agrada? Prova pelo patos, logos ou ethos? Qual o momento chave? Peroração e digressão/ Narração e confirmação/ Exórdio e digressão.

3.4. Ação

3.5. Discurso em si

3.5.1. Do que trata?

3.5.2. O que diz?

3.5.3. Como diz?

4. Discurso e anotações